6 de set de 2016

Poesia de Giselda Pereira - Pelas Ladeiras de Olinda


PELAS LADEIRAS DE OLINDA

Andando pelas ladeiras
Quanta beleza eu vejo
Sentar numa dessas calçadas
E declamar com emoção
E sentir
Que bate forte o coração...

Olinda...
Cidade de violeiros
De poetas cantantes
De seus ambulantes
Do gostoso amendoin
Tem torrado e cozinhado
Muito bem elaborado...

Do carrinho de milho verde
Também assado ou cozinhado...
Do Doce Japonês
Tão gostoso
Quanto um pote de melado...

Sentando na Praça do Carmo
Se vê uma bela igreja
Uma belíssima praça
Gente que vai namorar
Outros param pra conversar
E fica um poeta a olhar...
Uma BIBLIOTECA PÚBLICA
E na sua frente declamar...

E as serestas
O povo sobe e desce ladeiras
Cantando e tocando
Principalmente as sextas –feiras...

Essa Olinda tão bela
De tantos cancioneiros
Que os forasteiros se encantam
Quando ouvem seu cantar
Portas e janelas se abrem
Artista mostrando seu trabalho
Pra ver essa estrela brilhar
Olinda é um lindo versejar...


Giselda Pereira

Nenhum comentário: