4 de jun de 2015

Poesia de Neide Germano - Alma Linda do Meu Ser


Alma Linda do Meu Ser


Quando tua alma vibrante
A minha fez perceber
Descobrimos nesse instante
Ao que viemos de ser

Quando enfim demos as mãos
E nossos olhos se olharam
Nossas almas se entenderam
E de esperança cantaram

Rejúbilos gloriosos no céu
De hosanas e aleluias
Quem dera os olhos meus
Alcançassem as alturas

Eu que caminhava errante
Nas duras plagas que andei
Com meu grito ressonante
Quando te vi levitei

Mas meu coração decerto
Nunca consegui conter
Ao te conhecer de perto
Alma linda do meu ser

Neide Germano


Um comentário:

Evanir disse...

Com certeza encontrar seu blog com poemas tão lindos,
teria que ser eu estar aqui nesse dia .
Parabéns pelos poemas e pela grande poetisa que você é sem duvidas maravilhosa.
Ao entrar aqui já entrei nos seus seguidores uma maneira de saudar
a escritora.
Beijos feliz semana.
Evanir.