1 de mai de 2015

Poesia de Lucélia Gomes - O Índio


O ÍNDIO

Todo povo Brasileiros 
Tem o sangue Indígena 
Carrega a valentia 
E o corpo pintado pra guerra
Cada pedaço de terra
Tem demarcado os limites 
Que os homens brancos insistem 
Invadindo as aldeias, abrindo estradas
Devastando as matas
Construindo casas...
Faz tempo que o índio 
Virou um escravo
Uma peça de museu
Em destaque
500 anos passaram-se
E nada foi mudado
O índio continua 
Procurando o seu espaço
O povo negando sua origem
Ao índio, resta-lhe
Uma simples homenagem
E quando assim, é lembrado
Na cultura, e na arte
Mas, índio é raça, é garra
É a raiz de uma árvore plantada...


Lucélia Gomes

Nenhum comentário: