9 de fev de 2014

Poesia de Luis Eduardo Garcia Aguiar - Pássaros



PÁSSAROS

Da janela eu posso ver, 
pelos dias a fio, 
os pássaros coloridos, 
da água a beber.
Mergulham sua cauda no pote que deixei, 
suas asas distendem, 
sacodem molhado o seu corpo e, ainda, 
revoam, cantam, até que o dia finda.


Luis Eduardo Garcia Aguiar


Livro: DERRAMANDO VERSOS   
ISBN 978-85-62883-60-6

Nenhum comentário: