17 de jun de 2012

Poesia de Mauro de Souza

Você Além Mar

Meus olhares estão lançados ao mar
Na visão calma e noturna
Eles atravessam as divisões
Enxergando você bem longe
Como uma aparição
De uma deusa maritima
A me hipnotizar
Esqueço os seus defeitos
Esqueço as nossas desilusões
É como se eu jogasse tudo isso
Nas ondas e deixassem
Elas destruirem devagar
Nos seus movimentos
Ao quebrarem nas rochas
Eu juro que tentei te esquecer
Mas me flagrei pensando em ti
Novamente ao voltar
Neste mesmo cenário noturno e belo
E assim como observo
A maré encher em estado de reflexão
Me encho de esperança quanto ao nosso amor


Mauro de Souza

4 comentários:

Netinho disse...

Perfeito ,o ser humano em sua catarse!

Netinho disse...

Perfeito, o ser humano em sua catarse....!!!

Netinho disse...

Perfeito ,o ser humano em sua catarse!

meu toque disse...

É como se eu jogasse tudo isso
Nas ondas e deixassem, doce ilusão de purificação.