3 de jun de 2012

Poesia de Magno Leite

 
 
BRINDEMOS BODAS DE CRISTAL

A semente do bem, brota diariamente no mundo
Em contraponto as deformidades da alma
A disseminação da arte e da cultura para todos
Cria opções de um viver melhor
A terra fervia no golfo numa agonia sem fim
No pulsar latente, sem armas na alma do poeta
A arte brota no Espaço da Rua do Bonfim
Quinze anos sem coerção, unidos na mesma meta.
Brindamos tantas conquistas desta sociedade anárquica, a décima antologia
Um amor Universal, uma Simbiose de Poetas desconhecidos.
Célebres que emprestam seus poemas, juntos na mesma magia
Criar. Entre Prosas, poemas e contos. E tantas, do popular ao erudito.
Juntos seguiremos, semeando a arte, a cada encontro um prazer
Todos bem acolhidos. Levando entretenimento, informação questionamento
Contando o cotidiano o lúdico e a vida nua e crua, com olhos de poeta.
Na lembrança saudosa de Anélio Sousa, Na presença viva de
Madalena Castro, Maria P. Albuquerque, Olimpio Bonald Neto e Selma Ratis
Seguiremos, alimentando a arte e a criação, com a mesma chama viva.

Magno Leite

Nenhum comentário: