14 de mar de 2012

Poesia de Mauro de Souza


Sexta feira em Olinda

É sexta feira
Me preparo para acopanhar
A seresta subindo e decendo
As mágicas ladeiras.
Com aquele autêntico romantismo
Que ainda não foi esquecido
Na minha cidade linda
Há como amo minha Olinda.
Cada vez mais cresce a multidão
Que estão felizes a cantar
Amor passado de avô para neto
Tradição que nunca vai acabar.
Casais apaixonados e emocionados
relembrando o passado
Nessas ruas cheias de histórias
Para onde eu for estarei
Contigo Olinda em minha memória
Patrimônio da humanidade
fábrica de cultura é a minha cidade
Hoje é dia de seresta
Mais uma vez a felicidade se expressa.

Mauro de Souza

Nenhum comentário: