16 de mar de 2012

Dia da Poesia (14 de março)

ESPELHOS
Francisco Mesquita

Eu te vejo em outros rostos.
Vejo teu olhar em pessoas.
Teu sorriso em outras bocas.
Paro.
Todos espreitam minha perplexidade.
E passam.
– Não que eu te procure.
Penso.
Mas vens até mim. Após mim.
Em outras faces, outros cabelos,
outros perfumes. Outros sentidos.
Ninguém sabe. Ninguém é.
Tu te multiplicas
no meu desejo de te ter.
E passas.
Eu fico esperando o dia
passar também.
– Irei te encontrar outra vez,
outras vezes.
Falo entre dentes. Sorrio.
Espero.
E o dia passa... os dias passam.
(Eu continuo te vendo.)

Fonte: RedeLLLOlinda

Nenhum comentário: