13 de dez de 2011

Poesia de Socorro Miranda


Planeta vida
Socorro Miranda

Minha casa
Não tem portas, nem janelas
Não tem teto, nem paredes
Nem fechaduras, nem tramelas
Não é uma Quinta, nem um quitinete
A minha casa é muito maior
Cada cômodo tem um jeito
Cada canto, um encanto
Dentro dela cabe tudo
Florestas, pântanos, cerrados, desertos,
Geleiras, lagos, rios e oceanos
Minha casa é muito grande
Possui um largo quintal
Feito de belo pomar
Flores cheirosas
Frutos doces de chupar
Compartilho esta casa
Com milhares de outras vidas
Num harmônico convívio
Neste generoso lar
Que ocupa um imenso espaço
Cabe dentro do meu coração
Que pulsa
Um planeta vida
Um planeta vivo
Minha casa MÃE-TERRA
Uma utopia?
Vale à pena SONHAR
Vale mais ainda
R E A L I Z A R

Socorro Miranda

Nenhum comentário: