18 de jun de 2011

Os Signos Involuntários de Wilson Araújo de Sousa no Café em Pasárgada desta Terça


O Café em Pasárgada chega a sua segunda edição e promove mais um encontro da poesia com o aroma da memória. Esta terça (21), às 19h, o Espaço Pasárgada recebe o poeta e economista maranhense Wilson Araújo de Sousa e suas palavras ressignificadas.

O poeta nasceu em São João dos Patos (MA), em 13 de dezembro de 1945, e veio na década de setenta para o Recife finalizar a faculdade de economia. Ainda no Maranhão, foi contaminado pela cultura urbana, pelo cinema e pela música, o que se traduziu futuramente em sua poesia.

Do lirismo musical surgiu em 74, “Sanfona de 8 textos”, em parceria com o poeta Pedro Américo. Em 79, publicou “Pau Brasília, um Samba Enredo”. Entre suas obras mais recentes, a antologia de poemas “Signos Involuntários” (2003) e “Par-ímpar”, repetindo a dose com Pedro Américo. O Café em Pasárgada segue com a curadoria do poeta Marcelo Mário de Melo e com a degustação do Café São Braz.

Lembrando que o Café em Pasárgada é mais uma ação educativa do Espaço Pasárgada, casa do poeta Manuel Bandeira. Os professores interessados em trazer suas turmas para as atividades da casa, recebem certificado de formação pedagógica.

Não perca!

Café em Pasárgada

Convidado: Wilson Araújo de Sousa
Terça-feira, 21 de junho, 19h
Espaço Pasárgada
Rua da União, 263, Boa Vista
Entrada livre

Nenhum comentário: