1 de ago de 2010

Poesia de Valmir Viana


PORTA-VOZ

Ciente falo de ti pensamento
pois um mundo compõe-se de voz,
que nas letras o canto te saúda
lingüística, uma vela lhe ilumina.

São campos munidos da razão
em pronúncias ditas,
de fluidos áureos das liras
nos sinos diáfano astrais.

Corpo fino do perfume etéreo
há gloria sublime em estética,
marca vias das terras e do céu
que a alma esta no convite contido.


Valmir Viana

www.valmir-viana.blogspot.com


Um comentário:

charrua.blogspot.com disse...

Bela Poesia Valmir, as letras, a palavra como um som, a voz, os versos transmitindo uma ideia um pensamento ...

Eduardo Garcia (Charrua)