5 de jun de 2009

POESIA DE APARECIDA RAMOS


GATA

Olhou enternecido
para o meu rosto...
debruçou seu olhar
sobre o meu corpo...
mergulhou de cabeça
na piscina dos meus olhos...
e se entregou de vez,
apaixonado e embevecido.
Esqueceu todos os dissabores,
comemorou a vida,
com todos os sentidos,
e disse em voz rouca:
- são tão lindas suas ancas!...
e me aninhei morna e mansa.



Aparecida Ramos

Nenhum comentário: