9 de fev de 2017

Poesia de Madalena Castro - Frevar em Olinda



Fonte - Google imagem


FREVAR EM OLINDA

Eu vou frevar em Olinda
Cidade que faz sonhar
Pelas ladeiras de Olinda
Ninguém vai me segurar

Começo no Varadouro
Depois eu subo a ladeira
Vou frevar com alegria
No Mercado da Ribeira

Nos Quatro Cantos, no Amparo
Também no Alto da Sé
Eu vou frevar bonitinho
Frevar na ponta do pé

E quando estiver cansado
Na praia vou me banhar
Depois eu caio no frevo
Até o frevo parar

Madalena Castro

Nenhum comentário: