25 de out de 2015

Poesia de Giselda - Entardecer


Entardecer 

Quando o cinza lilás
Por cima das casas e prédios
Vai colorindo o entardecer
As luzes acendem-se
E aquela penumbra
Me faz lembrar você

Em algum ponto dessa cidade
Vc também acende a luz
Que seu cantinho invade
Para te iluminar e
Isso me traz saudade

Vejo a foto e imagino
“Como está meu menino?”

Nessas horas de nostalgia
Com o coração a clamar
Sua companhia
Fecho os olhos e imagino
Um dia
Juntos, para sempre, veremos
A tarde colorir de cinza lilás
O final do dia.

Giselda Camilo

(Imagem da Web)                                                 
                                                                        

 Olinda  – PE. 
(11-09-2015) 


Nenhum comentário: