29 de dez de 2014

Poesia de Margarett Leite - Saudades de ti

SAUDADES DE TI

(POESIA DE MARGARETT LEITE)

Das úmidas madrugadas
Que dispunhas do meu olhar
Sobre os mil anos luz
Que nas poças d”água refletiam
Saudades de ti

Da seda que deslizava 
No meu ser
E voava serena na tua brisa

Das sinagogas, dos mascates
No cheiro de cais

Saudades dos incensos inebriantes
Em dourados castiçais

Saudades de ti
Com tuas pontes seculares
E teus heróis expostos no silêncio
Dos que lutam contra o tempo

Do vento suave que te leva do cais.
E deixa-te Recife em mim

Um comentário:

FÓRUM DO BAR DO ESCRITOR disse...

Meu caro digitador de palavras
Seus escritos foram notados
Compartilhe com o máximo de pessoas
Venha para o mais ranqueado site de publicação de textos gratuitos da língua portuguesa
Aqui você pode não gostar
Pode tudo
Proibido para menores
Venha beber um ponche de letras no Bar do Escritor
Publique seus textos e acompanhe-o em nossos rankings gratuitamente

FÓRUM DO BAR DO ESCRITOR
http://www.bardoescritor.com.br