12 de out de 2014

Poesia de Luis Eduardo Garcia Aguir - Aclamação ao Recife


ACLAMAÇÃO AO RECIFE
(Eduardo Garcia)


Recife, tu me dás razões
para desta cidade gostar...

Tua música, tua gente, 
teus ritmos, tua mistura,
teu folclore, teu carnaval de rua, 
teu sol, teu mar.
Recife, tu me dás razões
para desta cidade gostar...

Beberibe, Capibaribe,
Bacia do Pina, Beira-Mar,
Recife Antigo, Boa Vista,
Agamenon, Caxangá.
Teus coqueiros, teu clima,
tuas frutas, frutos do mar,
Casa Forte, Imbiribeira,
Espinheiro, Cruz Cabugá.
Recife, tu me dás razões
para desta cidade gostar...

Teus folguedos juninos,
coco, ciranda, baião,
maracatu, caboclinhos,
xaxado, frevo, xote, bumba meu boi,
Alceu Valença, Chico Science,
Gilberto Freyre, forró, Gonzagão.
Recife, tu me dás razões
que me despertam admiração...

Apipucos, Aurora,
Graças, do Sol, Fundão,
Água Fria, Guararapes,
Dantas Barreto, do Brum,
Campo Grande, Rosarinho,
Estelita, Malakoff.
Recife, tu me dás razões
que despertam admiração...

Encruzilhada, Entroncamento,
Chora Menino, Derby, Bom Jesus,
Maciel Pinheiro, tuas pontes,
Pracinha do Diário, teus fortes,
Treze de Maio, Museu Brennand.
Recife, tu me dás razões
para desta cidade gostar!

Um comentário:

charrua.blogspot.com disse...

Poesia de Luis Eduardo Garcia Aguiar
Livro "Derramando Versos"