7 de ago de 2014

Poesia de Luis Eduardo Garcia Aguiar - La Casilla



La Casilla

Luis Eduardo Garcia Aguiar

A casa da minha infância não existe mais, 
tampouco os caminhos nos quais brinquei. 
Uma esquina, um terreno baldio, dela restando 
apenas a figueira e umas folhas de louro. 
Não está como a deixei... 
O bairro não viu o progresso, as ruas, as mesmas; 
as pessoas, não. Poucas ficaram, somente amigos 
contados nos dedos, marcas da minha visita ao 
meu Bairro em Montevidéu. 
De repente perdi o passado, perdi a memória, 
perdi a calçada onde sentava; não a lembrança 
marcada na minha mente

Um comentário:

charrua.blogspot.com disse...

Do Livro Derramando Versos
ISBN 978-85-62883-60-6 Registro EDA 605649, em 25/06/2013