2 de abr de 2014

Poesia de Tereza Laura - Rosas ao envelhecer

 
 Rosas ao Envelhecer
 
 
Nos jardins da vida nasce um botão
O envelhecer é como a rosa
Na experiencia , tem a beleza
Na vida diária , os espinhos
 
  Ao envelhecer conheci  a razão
  Separei os espinhos das rosas
  Com as rosas vivi o bem me quer
  Com os espinhos , aprendi a viver
 
Hoje  ao  envelhecer não sei dizer
Quantas rosas ganhei com prazer
Quantos espinhos enfrentei sem querer
Só sei que continuo a envelhecer
 
En cada rosa , um novo sonho
En cada pétala uma esperança
Saúdo as rosas, viva os cravos
As rosas murcham, pessoas envelhecem
 
 
Nota :  Esta poesia , ROSAS ao ENVELHECER
            foi classificada entre as 10 melhores
           no IV Concurso Poesia no SESC Piedade  em  Dezembro de 2013
 
                                             Tereza laura
                                                 Pseu Lalacoração

Nenhum comentário: