15 de set de 2013

Poesia de Dorinha Arruda - Natureza


NATUREZA


Dorinha Arruda

O céu, de nuvens negras carregado,
acende lamparina num crescente
de raio colorido e transformado,
que pinta seu farol na terra quente.

O vento sopra forte e congelado,
nos campos de folhagem tão pendente,
e invade o rio limpo e valorado,
de imagens com leveza resplendente.

Serenas águas correm bem ligeiras,
unidas num sussurro  borbulhante,
retratam volumosas, altaneiras

vertentes de riqueza retumbante,
das chuvas de esperanças verdadeiras
num quadro de beleza cativante.
                         

                              

Nenhum comentário: