21 de abr de 2013

Poesia de Pedro Cáceres - Murilo Mendes


MURILO MENDES


Gosto de dialogar com pessoas mortas
Principalmente quando descubro
Que são mais vivas que muitos... vivos

Hoje falei com o poeta Murilo Mendes
Mas antes, disse-me sua biografia:

Murilo Mendes nasceu na aurora do século XX
Murilo Mendes morreu na década de 70

Informação erra – caro biografo – poetas não morrem
Seus lábios – oráculos conjecturais
Suas línguas – fios de fogo
Suas palavras – martelo de Thor

Beijam as páginas de nossas vidas
Lambem – sedentas – a alma de cada leitor
Impõem – violentas – cada golpe de martelo
                                  [em cardíacos corações

Caro Murilo Mendes
Diante de teu Templo Verbal
Concordo com ti – oh poeta!
Nascer é – v e r d a d e i r a m e n t e – muito comprido

>> Murilo Mendes (13/05/1901  a 13/08/1975) - foi um poeta e prosador brasileiro, expoente do surrealismo brasileiro.

Nenhum comentário: