7 de abr de 2013

Poesia de Margarett Leite - Egito


EGITO

MARGARETT LEITE)


Sou assim como o Egito
ilimitada por dores e sofrer
que me entristecem
tenho ao sul um lago
só de amor

e nas áridas areias que eu vivi
tenho um rio como o Nilo a me banhar
entre sonhos e folhagens me sacio
no oásis dos teus olhos vou deitar

as esfinges que pulsam em meus sonhos
são auroras e miragens a me cercar
sinto dentro do meu peito a alegria
dos reinados que deixei noutro lugar.

Nenhum comentário: