26 de dez de 2012

Poema de Lucilo Bioni Filho - Saudade


-Saudade-

Hoje te vi na parede
você me tocou e eu fiquei de boca aberta
toda vez que a saudade vem eu fico assim
a saudade faz eu querer me engolir
faz eu querer acelerar e bater na parede
saber o que vai sair de minha cabeça quando ela estourar
saudade vem do norte acima do sol
suga meu tempo e cospe no meu peito
você sai de mim indo para o sul
tocando o gelo sem sentir frio
saudade já fez eu morder a mão para não gritar
até da morte eu tenho saudade
ursos são ursos quando comem mel e dormem em cavernas
homens são homens quando viram as costas e se matam semanalmente
sim ou não já não mais importa
agora sou uma princesa que espera o lindo príncipe
se o beijo dele me libertasse do mundo social
o seu beijo puxa-me o pé e traz-me de novo a realidade
saudade me faz chorar.
 
Lucilo Bioni Filho

Nenhum comentário: