25 de nov de 2012

Poesia de Samuel Costa - "Sou Poeta"









“sou poeta”


Por muitas vezes eu pergunto-me:
porque eu um garoto que só
aprendeu a ler na quarta,
e escrever muito enrascado até na sexta,
nasci com essa vontade de escrever...!
e talvez algo que não tenho certeza
um punhado de letras no sangue.
Eu um filho de um pescador,
nasci com vontade de ser poeta,
viver no mundo das ilusões,
semear no vento,
e colher no deserto.
Não sei se nasci pra ser poeta,
pois pra mim ser poeta
vai bem além de escrever
juras de amor,
e contradição social.
E ter um mundo nas mãos,
pois um dia essas coisas que eu escrevo,
pode parar na mão de uma criança,
e a mesma ler.
Não sei porque, mas tenho certeza,
se soubesse teria essa mesma
vontade de escrever.
E formularia outras perguntas
a mim mesmo... a serem feitas.



Marcos Samuel Costa da Conceição nasceu em 07/12/1994 em Ponta de Pedras/Marajó/PA. Estuda música desde os 11 anos de idade, toca flauta transversal, e doce, e é músico da Banda da AMAM (Associação Musical Antonio Malato). Treina handebol ASPHB. Estuda na primeira série do ensino médio, no colégio Dalcídio Jurandir. Poeta, e escritor, publicou sua primeira poesia com 16 anos, ganhou seu primeiro concurso literário com 15, e publicou seu primeiro livro com 17 “Pés no chão, e sonhos no ar” SANTmel editora Belém-PA. Participou de diversas antologias e publicou três livretos de forma artesanal. É Evangélico, sonhador, e um amante das letras. E é colunista do site literário “sorucult” e mantém um blog:samuelpoetacosta.blogspot.com.br. “Pois o poeta não é do mundo, mas sim o mundo do poeta, o mundo que se torna pouco ao papel.”

Nenhum comentário: