1 de nov de 2012

Poesia de Onildo Moreno



ESTÚPIDO AMOR!


Estúpido amor que invade

Meu coração sefarad

Lembrança de Anunciação

Lua nova, D’us te salve.

Guarde-me do estúpido amor

Não sei se vou perdoá-la

Mas ainda amo doidamente

Estúpido amor!

Doença sem cura...


Onildo Moreno

Nenhum comentário: