24 de jul de 2012

Poesia de Onildo Moreno


Tantas vêzes

Tantas vêzes, na madrugada rezo
Para cobrir-te com meu corpo
Sentir o cheiro de tua flor
Tantas vêzes, em vão, rezo

Tantas vêzes grito no silêncio
Teu nome, Irmã, Amiga !
Tantas vêzes sem rumo ou rota
Sem saber ondes estais !

Tantas vêzes eu tremia e tu sorriste
Mergulhamos os dois sem volta
Tantas vêzes nos corredores
Escuras alcovas...

Onildo Moreno

11 comentários:

Anônimo disse...

TANTAS MADRUGADAS..........
LINDA SUA POESIA, PARABÉNS- CLAUDIA

Anônimo disse...

Interessante o chamado do socorro profundo em suas palavras, tão sinceras e sentimentais, veio profundamente da alma!

Parabéns Onildo Moreno!

Elizângela Primo

Elisângela De Souza Ferreira disse...

adorei vc é super talentoso va emfrente suas poesias sao verdadeiras e profundas.

MARGARETT LEITE disse...

BRAVO! LINDA POESIA ...COM A PROFUNDIDADE DAQUELES QUE SABEM BEBER NA FONTE DA POESIA...PARABÉNS ONILDO MORENO

Tati Gomes disse...

Parabéns sua poesia é delicada e ao mesmo tempo intensa. Gostei muito, siga em frente tem bastante talento.

DENISE LEITE disse...

MADRUGADAS PROFUNDAS EM BUSCA DE ALGO E ALGUÉM PARA COMPLETA LO...PARABENS ONILDO MORENO...

Anônimo disse...

Gostei do Poema Tantas vezes é intenso e ao mesmo tempo tem um ar de suavidade. Emília

Hélcia disse...

"Tantas Vezes".Passa muita suavidade e com uma clareza expressiva, adorei!Você possui uma intimidade muito boa com as palavras,com a poesia.Parabéns!Desejo continuar lendo outras tantas poesias maravilhosas vinda de você.

Onildo Moreno disse...

Dois amantes felizes não tem fim nem morte,
nascem e morrem tantas vêzes quanto vivem,
são eternos como é a natureza.

MAMULENGOS disse...

Onildo, você arrasa! Parabéns!

Ellen Maria disse...

Sua poesia é linda, tocante,profunda, espero ter a oportunidade de ler mais e mais delas..parabéns!