15 de abr de 2012

Poesia de Madalena Castro



SAUDADE DA MORENA

 
A lua cheia no céu
Tão solitária e serena
Do jeitinho dos meus olhos
Em busca de ti morena

A brisa passou depressa
Passou deixando saudade
Me fez lembrar de você
Quando se foi da cidade

Eu queria nesta noite
Você morena encontrar
Para cobri-la de beijos
Esta saudade matar

Mas você está noutros braços
Nem sequer lembra de mim
E eu condenado a saudade
Sozinho sofrendo assim

Madalena Castro

Nenhum comentário: