8 de fev de 2012

Poesia de Beto Acioli


A cara da dor

Meu coração é só escombros
Âmago destroçado pela nostalgia
Alegrias em flash como relâmpagos
Flecha no peito, melancolia

A travessia eu não encontro
Fico prostrado num vão passado
Monotonia e desencontros
Trafegam agora de braços dados

Com sentimentos agargalados
Presente frio é só desencanto
Pranto constante, cão desolado

Felicidade não enxergo tanto
Fico escavando o que foi passado
Chegando ao fim infeliz portanto

Beto Acioli

Nenhum comentário: