20 de dez de 2011

Poesia de Valdeck Almeida de Jesus


Meu Cabelo

Minha nudez está na cabeça
Sinto-me sem roupas
Sem pelos, quando estou sem meus cabelos...
Raspados, trançados, despenteados,
Me cobrem o corpo e a alma
Só eles me trazem calma.
Nasci com pele, sem pelo
O mundo, com zelo me vestiu...
E os enfeites:
Raspados, trançados, despenteados
Me cobrem o corpo e a alma
Só eles me trazem calma.
Nasci em pelo, sem pelo, total nudez
Com o tempo, vesti meu corpo, minha alma e pensamento.
Sem cabelo, hoje, tenho timidez.
Agora, tirar o pelo, me pela o corpo e arrepia
Não quero sentir minha pele fria,
Minha cabeça fica maluca...
Se a nudez está na cabeça
Vou cobri-la com uma bela peruca!!!

Valdeck Almeida de Jesus
Salvador, 14 de dezembro de 2011
Composição especialmente para Ewerton Matos

Nenhum comentário: