6 de dez de 2011

Poesia de Neide Germano


Ser gentileza


Meu amigo não invente uma desculpa
Que isso é de natureza ininterrupta
E não merece uma solução abrupta
                                                                                                                        

Quem tem ouvidos de ouvir que ouça
Quem tem olhos de ver que veja
Quem tem disposição que faça
Quem tem um coração que assim seja


Que tem de ser medido, medido, medido
Que tem de ser pensado, pensado, pensado
Que tem de ser cumprido, cumprido, cumprido
Que tem de ser plantado para ser colhido


Para ser gentileza e não ser gente lesa
Para ser gentileza e não lesar a gente
Para ser gentileza sempre

 Neide Germano

Nenhum comentário: