20 de ago de 2011

Poesia de José Calvino

 
A Propósito
 
 
Pediste perdão,
eu perdoei.
Pediste o poema,
depressa eu fiz.
Pediste de propósito,
a propósito eu fiz.
Perdeste os amores,
nos amores que amamos.
Perdeste essa pressa de amar,
nos poemas feitos de propósito.
Perdeste a nossa amizade,
sem o jogo da verdade!

José Calvino

Nenhum comentário: