2 de jun de 2011

Poesia de Valdeck Almeida de Jesus


Um sonho

Quando se sonha só
Nada acontece
A não ser sonhos
Como disse o poeta

Pra realizar um sonho
Várias mãos são necessárias
Força, vontade, movimento
Construção demanda tempo

Querer e caminhar
Pé firme na estrada
E aí a coisa anda

Firmeza, insistência
Boa dose de paciência
São as bases da existência.


De Val para Léo Dragone
06.07.2010
Amarga e ensolarada manhã de julho

Valdeck Almeida de Jesus




Nenhum comentário: