20 de jun de 2011

Poesia de Tavares de Lima


POETA PEREGRINO

Venho de mundos distantes,
atravessando vales e montes,
cidades vilas e aldeias,
sempre trazendo um bornal
a tiracolo,
cheio de sonhos e fantasias,
como se fosse um menino,
por causa disso
por onde eu passo,
me chama apenas,
de Poeta peregrino!


Tavares de Lima

Nenhum comentário: