2 de jun de 2011

Poesia de Regina Helena


ADVERTÊNCIA

Que se gere o novo
Porque o velho continua vivo e desconfiado,
A lógica solitária e frustrada,
A fé incerta e exigindo provas...
Quanto ao semeador,
Continua exigindo alto preço.
E no jardim, incompleto,
As folhas e flores mudando de perfume...
Que não se faça bobagem!
Porque o anjo é terrível e continua rondando...
Que se cuide, olhe e respire fundo
Para que não passe a vez
Daquela que morre lamentando a herança...
É preciso lembrar que o círculo permanece girando
E em suas voltas, guardando o que não sabemos...
Atentai bem!... Porque a noite é de morte
E o dia já foi totalmente perdido...

Regina Helena

Nenhum comentário: