24 de mai de 2011

Poesia de Valmir Viana




Aquário do Espaço



Sigo por um caminho florido
pois teus pés por aqui passou,
numa verde grama munida
do teu calor vindo além arco íris.

Passo por fonte onde pedras
forma um meditar por ti,
no campo risonho o que resta
é um espelho cristalino à fundisse.

Aves no alto asas abertas
dançando o canto celeste aberto,
ponho em teus braços o jardim
que um dia viveu no futuro contemplar.

Valmir Viana
poeta
www.valmir-viana.blogspot.com

...

Nenhum comentário: