4 de jul de 2010

Poesia de Margarett Leite


<!--[if !vml]--><!--[endif]-->
O SORRISO DE GERA
(para Geraldino)


Largo como uma manhã ensolarada
É o sorriso de Gera
Puro, branco, perfeita união do mais puro marfim.
Gerando a paz da pureza maior
No sorriso singular do adolescente
Imaculadamente, sincero.
Nas ruínas de um mundo em convulsão,
Quando aberto, é largo, este sorriso, e trás
a certeza: que existira o amanhã, enquanto houve
o sorriso de gera.

...

Nenhum comentário: