25 de nov de 2008

POESIA DE LYGIA MARIA DE ARAUJO BOUDOUX


A LIBERDADE DO AMOR

Que vontade de voar
Sair por aí como uma borboleta
Voando pelos jardins
Apreciando a paisagem
Sentindo o frescor do vento
Pousando de flor em flor
Que liberdade é essa
Que nos dá o amor?

...

Nenhum comentário: